run in the usa.

bruce springsteen deu-nos um poderoso born in the usa. eu fiz o meu run in the usa, não um treino mas uma prova. a meia-maratona de seattle 08. hoje falo da corrida. um dia destes da cidade. back to the past!
é tudo em grande. o evento em si, o preço da inscrição, o número de participantes, a feira da prova, a informação prestada aos participantes, a pasta party. e o prazer de correr num ambiente com milhares de pessoas a aplaudirem ao longo do percurso.

o antes.
investidos os 75 usd na inscrição, foi com curiosidade que procedi ao levantamento do meu dorsal na feira da prova. tudo impecavelmente organizado, com voluntários a prestarem toda a assistência necessária aos participantes. o package do atleta, para além do dorsal, camisola da asics e do chip descartável com tecnologia rfid, continha uma série de vouchers que permitiam a recolha de várias ofertas dos patrocinadores da prova. cumprida a primeira formalidade, comecei a visita à expo na qual tive a possibilidade de ver as últimas novidades em equipamentos, calçado, gadgets, alimentos e toda uma infinidade de ofertas e informação destinadas aos runners e afins. é uma verdadeira tentação, pois aliado aos preços já de si muito convidativos, o euro ainda a torna maior dado a valorização face ao dólar. resultado: entre compras e amostras grátis, lá regressei ao hotel com dois enormes sacos…:)
na véspera da prova ainda fui à pasta party, onde por 15 usd se podia comer este mundo e o outro, dependendo do apetite de cada um. tudo num ambiente muito descontraido, conhecendo corredores das mais diversas proveniências e partilhando experiências de provas passadas.

o durante.
participar numa prova nos us of a implica levantar muito cedo. no caso da prova de seatlle saí da cama às 5 e meia da manhã, pois a partida estava marcada para as 7.30 em ponto. e os horários são para cumprir. porém nada de anormal, pois os hoteis oficiais do evento estão preparados, nesse fim de semana em particular, para iniciarem o serviço de pequeno-almoço mais cedo do que o habitual, dado o número de corredores que estão na cidade de propósito para participarem na prova. tratado o estômago, dirigi-me numa corrida ligeira para a zona de partida, a qual distava 1,5 km do meu hotel. ainda bem que fui em passo de corrida, pois a temperatura rondava os 0ºc e ameaçava uns chuviscos de neve. porém não senti frio nenhum, dado a adrenalina e o ambiente com milhares de corredores a aguardar o início da prova proporcionarem um aquecimento extra. 10 minutos antes da partida temos uma sessão de patriotismo com uma cantora a entoar o the star spangled banner, seguido pelo speaker a dar alguns conselhos e a aquecer a malta. às 7.30 em ponto foi dada a largada, com uma enorme massa humana a por-se em movimento e a iniciar o desafio que tinha pela frente. para mim esta era uma prova pdt (participar, divertir-me e terminar), pelo que saí num ritmo confortável na casa dos 5’30” por km. o percurso foi exigente, replicando a orografia de seattle que é uma cidade que sobe e desce constantemente. a prova desenrola-se sempre com muito público a assistir e aplaudir, sendo excelente no respeitante aos abastecimentos e simpatia dos voluntários. terminei com o tempo oficial de chip de 1h57m19s, no local onde foi dada a partida e com os mesmos 0ºc do início.

o depois.
cruzada a linha de chegada, de medalha ao peito e cobertor de mylar pelos ombros, dirigi-me para o pavilhão multiusos onde estavam disponíveis refeições e bebidas quentes, fruta e bebidas isotónicas, massagens e mais ofertas dos patrocinadores, tudo acompanhado pelo som que uma excelente banda local ia debitando no palco montado no recinto. e mais um saco cheio de amostras para levar para o hotel…;)

o dia seguinte.
tirando algum desconforto nos quadricípites e gêmeos provocado pelo ácido láctico, estava bem recuperado. dois dias depois tinha o vôo de regresso à europa, pelo que até lá estaria pronto para outra.
no site da organização já estavam disponíveis para download o certificado de participação, as estatísticas da minha prova e as fotos. tudo impecável.

o melhor.
a organização. a simpatia. o espírito à volta do evento. as ofertas.

o pior ( ou antes, o menos bom )
7 e meia da manhã?! o frio.

seattle marathon

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s