a menina cresceu. muito.

apesar da dúvida, resolvi ir ao 20º aniversário da meia de lisboa, mas a festa estava com gente a mais para o meu gosto. é o que acontece quando se convida uma multidão para um espaço que se torna apertado para tantos convivas ao mesmo tempo. correr na ponte é cada vez mais difícil e só no ponto de separação das provas ( ao km 5 ), é que esta começa verdadeiramente para os participantes na 1/2. até lá, é tentar progredir no meio da confusão. e esquecer o objectivo de  fazer um tempo em linha com o plano de treinos cumprido ao longo de semanas. fica para a próxima, noutra prova.

no último post referi alguns aspectos negativos que se repetem de ano para ano, e adivinhem… a organização decidiu mantê-los. chama-se a isto persistência. e já agora mais uma. a entrega do tradicional saco com alguns brindes no final da prova parece uma distribuição de notas de 100 euros. é tudo ao gardanho… os participantes devem ter medo que não chegue para todos, daí o jogarem a mão a tudo o que podem. e se o conteúdo é invejável…uma garrafa de água e outra de bebida isotónica, uma barra de cereais, um pacote de leite e mais uns quantos folhetos. depois do esforço para concluir uma meia, ainda temos que levar com o mosh da festa do saco. dispensável.

mas também há pontos muito positivos. abastecimentos irrepreensíveis, em quantidade e qualidade, sendo que o último disponibilizava laranjas e bananas, as quais, quando já despachamos o combustível que nos faz mover, dão mais uns pózinhos adicionais no depósito. o percurso também estava integralmente marcado, o que é sempre de saudar. e a medalha da meia é bonita.

esta prova continua a cimentar o seu enorme sucesso. a meia-maratona atraí cada vez mais participantes, o que permite aumentar o nível competitivo da mesma e, para quem participa, é sempre mais motivante correr integrado num pelotão daquela dimensão. mas continuo a insistir. na partida, separem-nos durante uns 5 minutos da multidão da passeata…

talvez volte a visitar a aniversariante quando ela fizer 25 anitos. nessa altura já estará mais adulta e talvez não tenha tantos conhecidos como agora a quererem ir à festa. aos 20 anos conhecemos toda a gente e toda a gente nos conhece!

mas as coisas são como são. fica a satisfação de continuar a amealhar para o projecto pessoal.

Anúncios

One comment

  1. Olá Paulo!

    Gostei bastante do novo/transferência do teu blogue, Irei adicionar aos que sigo, porque ainda tenho referenciado o antigo.

    Quanto ao “post” em si plenamante de acordo, quanto à partida simultanêa da mini e meia-maratona, seria de facto excelente ideia se a Meia iniciasse 5/10 minutos mais cedo,penso que mais cedo ou mais tarde a organização chegará a esta conclusão evidente.

    Aquele confusão/caos no final também era desnecessário, aqui culpa dos vampiros que quantos mais sacos levarem melhor, esquecendo os outros atletas que por vezes ficam sem nada e as vezes brigam por causa de um gelado, quer novamente culpa da organização que afunila os atletas.

    Um abraço e continuação de bons treinos/corridas!

    + 1 x parabéns pelo novo blogue.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s