flor da mata.

respondendo a um convite do amigo fernando f., companheiro de muitos km e provas ao longo dos anos, fui correr à margem sul a um local que desconhecia, mas que tive o prazer de passar a conhecer.

flor da mata. é uma área desconhecida para muitos, apesar de por lá passarem sem sequer se aperceberem. vindo de lisboa ou de norte a caminho do sul, pela ponte 25 de abril e a2, ou então seguindo para setúbal ou azeitão pela n10, ou sesimbra pela n378, encontramos esta extensa área integrante da rede ecológica nacional ( ren ), primeiro pulmão verde para quem atravessa o tejo de norte para sul, último paraíso verdejante de quem viaja de sul para norte, antes de entrar no emaranhado desarrumado de betão. é a área de floresta mais importante do concelho do seixal, numa vasta extensão de mata de pinhal e maciço arbóreo que serve de abrigo a inúmeras espécies de aves, mamíferos e reptéis e uma das zonas húmidas mais importantes da península de setúbal.

o ponto de partida deste treino foi no acesso localizado em belverde, junto à e.s. da bp. devido à extensão da área, optámos por um percurso tendo por base o estradão principal, o qual foi percorrido num trajecto circular com a extensão de 12 km. o piso é sempre em terra e areão compactos e a espaços com alguma areia solta, bem conservado mas com alguns regos e depressões, normais para quem está habituado a correr fora de estrada. na prática é de um trail que se trata. os km são percorridos num suave sobe-e-desce, entre árvores e vegetação variada, sendo frequente darmos de caras com coelhos e vários tipos de aves. agradou-me sobremaneira o ar puro, o cheiro primaveril e os sons da natureza, um bónus adicional que me fizeram esquecer ter dormido menos uma horita que o habitual… ah, e a limpeza do local! não sei se por ter decorrido no passado fim-de-semana a operação limpar portugal, mas não vi lixo espalhado pelo local. estamos a ficar civilizados?

mais um percurso que fica na lista e que espero visitar de vez em quando. a vastidão da área permite várias opções, pelo que irei delinear outros percursos em próximas visitas. como nota final aconselho a utilização de sapatilhas de trail, dado proporcionarem a aderência ideal para o tipo de piso que aqui encontramos.

características do percurso – piso: macio; distância total: 12 km; retorno: não (circular); água: não; estacionamento: fácil; grau de dificuldade (1 a 5): 2,5; coordenadas gps: n38º 35.827′, w9º 08.345′; altimetria: gráfico abaixo.

Anúncios

One comment

  1. Olá Paulo!

    Deve ser um local aprazível para correr, excelente descrição e tal como no post anterior em que não referi, gostei do grau de dificuladade que permite termos uma noção da exigência dos percursos.

    Ãmigo um abraço e boa semana!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s