douro vinhateiro. descalabro total.

mais uma estreia em 2010. mas mais valia não ter lá ido. mau demais para ser verdade. era previsível? era! a organização precaveu-se? não!

organizar uma prova é uma enorme responsabilidade. perante os atletas, patrocinadores e público em geral. o que aconteceu na 1/2 maratona do douro vinhateiro foi um descalabro, uma irresponsabilidade a roçar o criminoso. as temperaturas estiveram anormalmente elevadas nos dias que precederam a prova, a previsão para o dia da mesma não era muito diferente. o que fez a organização? nada! manteve o horário da partida às 11h00 e não acautelou o reforço dos abastecimentos. a temperatura muito próxima dos 30º c à hora do início da prova. só podia dar mau resultado. e deu!

com largas centenas de participantes, a 1/2 maratona ficou desde logo condenada quando, a partir do km 5, deixou de ter abastecimentos líquidos para fornecer aos participantes, simplesmente porque o pouco que havia logo se esgotou! a partir daquela altura o cenário tornou-se preocupante, com os atletas a começarem a sofrer os efeitos da desidratação, alguns de forma bastante grave.

ainda fiz a prova a um ritmo normal até aos 14 km. porém, a partir daí, resolvi pura e simplesmente proteger-me e ir alternando a corrida com caminhada, de forma a chegar à meta em condições físicas minimamente aceitáveis. foram 7 km em que pude testemunhar o descalabro no qual a prova se tinha tornado, sendo que, na zona da meta, o cenário era inenarrável, tal o corrupio de ambulâncias dos bombeiros e do inem, no sentido de prestarem assistência médica aos casos mais graves. mesmo aí, água nem vê-la! felizmente tinha levado dinheiro, pelo que me dirigi logo ao primeiro café que vi, de forma a beber tudo o que consegui-se.

cenário magnífico, participação massiva. as expectativas em relação a esta prova eram elevadas, dado as indicações que tinha sobre a mesma serem muito positivas. entre bagaúste e o peso da régua, sempre bordejado pelo rio douro, o percurso apresentava-se esplendoroso. pena tudo ter acabado em pesadelo. ironicamente por falta de água. na prática, por incúria de quem tinha a responsabilidade de fazer deste evento uma festa. haverá consequências?

Anúncios

One comment

  1. Estive lá no ano passado e gostei muito da corrida: cenário lindíismo, percurso relativamente fácil e em relação aos abastecimentos, nada a apontar! Este ano não fui e é com tristeza que vejo uma corrida que me ficou na memória por boas recordações, “manchada” por estes incidentes que me levam a dizer que não chega querer ser “a melhor corrida do mundo” se a organização não estiver à altura do acontecimento! Oxalá que na próxima edição, todos possam dizer que fizeram umas das melhores corridas do mundo!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s