parque urbano oeste.

o parque urbano oeste (ou parque vale grande) ocupa uma área de 19 ha e é um espaço verde construído de raiz no âmbito do processo de urbanização do alto do lumiar. a construção deste parque foi executada em três fases distintas, as quais foram sendo abertas para utilização entre 2006 e 2010.

delimitado pelo eixo norte-sul, av. nuno krus abecassis e av. david mourão ferreira, o parque oeste é um espaço de cariz predominantemente naturalista, com pequenas represas a desaguar numa lagoa artificial reguladora das torrentes pluviais. possuí igualmente vários planos de relvado para recreio informal, bem como um complexo desportivo dotado de uma pista de atletismo, de seu nome oficial ‘complexo municipal de atletismo prof. moniz pereira’. estão ainda previstos mais alguns equipamentos de apoio, nomeadamente uma cafetaria e um skatepark, ainda sem construção iniciada mas que muita falta fazem de forma a aumentar o tipo de oferta funcional a quem o frequenta.

percorrer o parque oeste é visitar um espaço minimalista, moderno e bem pensado. as extensas áreas verdes e planos de água são consolidadas por superfícies de betão branco, resultando o conjunto harmonioso e visualmente atraente. porém, este é também um espaço ambíguo, até agreste, que transmite a sensação de “trabalho em curso”, dado estar envolvido por malhas habitacionais que tardam em ficar concluídas.

este espaço verde proporciona um percurso muito interessante em termos orográficos, onde suaves subidas e descidas alternam com zonas planas, sempre bordejadas pela represa artificial que dá um ambiente sereno ao local. o perímetro tem uma extensão de 3,5 km, os quais podem ser complementados com mais 3 km percorrendo as vias interiores do parque, o que proporciona uma interessante distância para treinar.

falta idade ao parque oeste, também para que as árvores nele plantadas possam fazer sombra. nas zonas do parque onde se utilizou cimento branco na construção dos muros e se optou por calcetar os caminhos em pedra, será sempre difícil correr ou passear sem sentir o desconforto da luz excessiva. no entanto, estes são aspectos decorrentes da juventude do parque e que terão tendência a ser minorados com o decorrer dos anos.

uma pequena nota à parte na temática da corrida. deveria ser motivo de orgulho para uma cidade possuir uma obra de um artista tão conceituado como fernando botero, o magistral pintor e escultor colombiano. lisboa possuí duas, uma das quais justamente no parque oeste. porém, tal obra merecia mais dignidade no seu “convívio” com os cidadãos, o que não é o caso da sua localização actual. enviada para um canto inacabado, vandalizada por grafittis, rodeada por desleixo. com tanto espaço era fácil fazer melhor!

por enquanto, um parque para ser percorrido, não para ficar. mas mesmo assim merecedor de uma visita.

características do percurso – piso: duro; perímetro: 3,5 km; retorno: não (circular); água: não; estacionamento: fácil; grau de dificuldade (1 a 5): 2; coordenadas gps: n38º 46.744′, w9º 08.945′; altimetria do perímetro: gráfico abaixo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s