maratona world tour. 1ª etapa.

concluída a maratona dos alpes-marítimos, é altura de partilhar a apreciação pessoal sobre a prova, a 1ª etapa da minha maratona world tour.

a edição deste ano foi apenas a 4ª, mas esta maratona é já a 2ª maior de frança, apenas suplantada pela de paris. é fácil perceber porquê e a palavra que melhor descreve o evento é: soberbo. organização, feira, participação, percurso, tudo nota máxima.

organização

a organização desta prova, incluída nos campeonatos de frança de maratona, está a cargo da azur sport organisation e tem o apoio institucional do conseil général alpes-maritimes, orgão que congrega os municípios da côte d´azur. é uma prova que traz milhares de visitantes a nice e às localidades que atravessa, com os inerentes benefícios para a hotelaria, comércio e restauração, num período considerado de época baixa. uma prova deste calibre é um excelente motor económico para as comunidades envolvidas, o que é evidente no entusiasmo com que os habitantes locais recebem os participantes.

feira

a inevitável feira da maratona decorre durante 3 dias na place massena, no centro de nice. o processo de levantamento do dorsal é bastante expedito e a visita aos expositores presentes permite comprar ou conhecer as últimas novidades de artigos para corrida, num mercado com uma infindável oferta. de assinalar a presença de mais de 2 dezenas de organizadores de maratonas em vários locais da europa, com excelentes pacotes promocionais para os potenciais interessados em participar.

participação

a nível de participantes é uma prova muito internacional. na maratona estavam inscritos 7.800 participantes, dos quais terminaram quase 7.100. havia corredores de mais de 50 países, o que se nota nos momentos antes da partida, tal a quantidade de diferentes línguas que se ouvem. de assinalar o numeroso contingente feminino presente, tão longe da realidade que temos em portugal.

percurso

belissímo. a prova começa na promenade des anglais e segue quase sempre à beira do mediterrâneo, passando por locais emblemáticos da côte d´azur, sendo o trecho entre villeneuve-loubet e cap d´antibes o mais bonito. a meta está instalada em frente ao hotel carlton em cannes, em pleno coração da famosa croisette. após a meta está a zona de recuperação, onde se recebe a medalha e a tshirt de finisher, havendo ainda fruta e água à discrição. é uma prova cheia de carisma e um autêntico postal ilustrado dos locais a visitar. milhares de pessoas nas ruas a fazer a festa e a incentivar os participantes, aqui ninguém apita nem refila à passagem dos corredores.

a sinalização do percurso e os abastecimentos são de elevado nível. placas de distância a cada km, abastecimentos principais a cada 5 km, com grande variedade de líquidos e sólidos (fruta fresca, frutos secos e doces), e secundários a cada 2,5 km com líquidos. muito de tudo e muito bom. vários postos fixos de emergência médica e médicos e socorristas a acompanharem a prova.

sendo uma prova ponto-a-ponto, o regresso ao local de partida ou pontos intermédios do percurso é feita de comboio, gratuita para os participantes ou por 5 euros para acompanhantes.

paguei 55 euros de inscrição, mas considero o preço muito ajustado àquilo que a prova proporciona. não tenho dúvidas em recomendar a participação na maratona dos alpes-marítimos, se possível complementada com uns dias de férias nesta bonita região do sul de frança.

viajar para correr também é cultura e lazer.

Anúncios

2 comments

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s