Novas propostas.

Tal como tinha antecipado começaram a surgir novas propostas de provas para 2013 e, pelo que vi até agora, o calendário promete variedade e inovação. No entanto também constatei a adaptação para a realidade nacional de algumas provas que já existem há alguns anos nos EUA e que têm vindo a ser exportadas para a Europa, na maior parte dos casos com sucesso. Assim sendo nada melhor do que passar em revista os eventos confirmados para o primeiro semestre.

sintra

Começo pelo RUN Sintra Trail by night (trial noturno de sintra – 23 fevereiro – desde 15 euros), uma prova que é proposta pela Confraria Trotamontes e RUN!Sintra, a qual é apresentada como “… a primeira prova nocturna e a primeira prova de urban trail à volta da Vila mais famosa e visitada em Portugal. O arranque do percurso aproveita as caracteristicas da Vila Velha – escadinhas, ruas sinuosas, jardins coloridos – para proporcionar uma experiência trail no coração de Sintra, Patrimônio Mundial de UNESCO.”

comando

Num registo diferente e que apela aos mais radicais teremos o Comando Challenge (desafio comando – 7 abril – desde 13 euros), uma proposta da CALMEIDA e que é assim descrito pelos seus promotores: “O COMANDO Challenge é uma prova de: resistência, velocidade, agilidade, força e resistência mental. Os percursos de 5 Km ou 10 Km da corrida de obstáculos do COMANDO Challenge vão desafiá-lo/a a, correr, escalar, saltar, rastejar, e muito mais, com o objectivo de testar a sua resistência física e mental, num ambiente de salutar camaradagem. Num terreno agreste, enlameado e duro para qualquer maratonista ou triatleta, este desafio procura ir ao encontro daqueles que pretendem testar as suas capacidades físicas e mentais, muito além de uma divertida corrida de estrada.” O conceito original são as Warrior Dash americanas e acho que esta proposta tem boas possibilidades de se afirmar. A ver vamos.

bers run

Outro evento apelativo é o Bes Run Challenge (desafio de corrida BES – 14 abril, 18 maio e 8 junho – 29 euros), trazido pela HMS Sports e que é assim promovido: “O BES RUN CHALLENG3 é um desafio 3x maior! Pela primeira vez em Portugal terá lugar um desafio de 3 corridas de 10 Km, em 3 cidades diferentes, Cascais, Sintra e Lisboa, que irão por à prova a sua garra e vontade de vencer para ultrapassar os limites.​” Pelo que conheço desta organização estou certo de que terão mais um evento de sucesso entre mãos e, neste caso, lá estarei para comprovar.

color run

No campo da diversão iremos ter a The Color Run de Lisboa (corrida colorida – data a anunciar – desde 17 euros), um evento que promete ser, no mínimo, muito colorido. A organização está a cabo da The Color Run Iberia e estamos perante outro conceito importado dos US of America, sendo assim vendido pelos seus promotores: “O The Color Run® é uma grande festa de alegria e diversão. Os 5 kms, a primeira parte do festival podem ser feitos a correr, a caminhar ou a rastejar e é uma experiência ímpar que se concentra menos na velocidade e muito mais num momento colorido de diversão entre amigos e família. Os participantes são de todas as idades, formas e feitios, e todos eles são “brindados” com uma Tatoo logo na saída. Quer se trate de um participante ocasional ou de um verdadeiro atleta, estes cinco quilómetros The Color Run® constituem uma experiencia incomparável, em que não só a cor, mas também o riso, a alegria e o convívio são comuns a cada um dos participantes.(sic)” De desportivo não tem nada, mas deve ser bastante divertido. Se me convidarem participo!

almada

Agora uma proposta sem anglicismos, numa cidade que já merecia uma prova que a prestigiasse. A edição inaugural da Meia Maratona de Almada (28 abril – desde 11 euros), uma organização da Playurdream (afinal enganei-me!) que promete “… reunir todas as condições para que se torne uma prova ímpar no panorama do atletismo em Portugal. Tal como acontece em outros desportos ao ar livre, este circuito pretende implementar uma competição com um forte património ambiental e paisagístico do concelho de Almada.” Também conto lá estar para ver se corresponde às expectativas.

Pela amostra acima constato que o panorama da organização de provas está activo e com propostas interessantes, porém com o senão das taxas de inscrição serem elevadas. Estou curioso para ver se existem atletas em número suficiente para tanta oferta e quantas delas terão um segunda edição. No entanto é de saudar a aposta destes promotores que, apesar dos tempos difíceis, optaram por arriscar e trazer até à nossa comunidade novos eventos.

Os meus sinceros votos de sucesso.

Anúncios

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s