Do Passeio Público aos jardins Românticos. Parte 2.

Av da Liberdade

Topo norte da Av. Liberdade. Litografia de João Christino. 1905.

José Rosa Araújo, presidente da Câmara de Lisboa, decide então demolir o Passeio Público, um símbolo da Lisboa romântica, para dar lugar à Avenida da Liberdade, símbolo de uma Lisboa progressista. A 24 de agosto de 1879 tiveram início as demolições, tendo em vista um plano traçado por Ressano Garcia, sendo que o primeiro troço é inaugurado a 28 de abril de 1886. Na avenida foram abertas uma rua central e duas laterais, separadas por placas arborizadas, tendo-se notabilizado pela vegetação luxuriante e emaranhado do arvoredo os talhões que mediavam entre a R. das Pretas e o Largo da Anunciada, do lado este, e a Calçada da Glória e a Praça da Alegria, do lado oeste.

A avenida foi construída à imagem dos boulevards de Paris, tornando-se nos Campos Elísios de Lisboa e uma referência para a localização de residências para as classes mais abastadas, tendo o município procurado substituir o Passeio Público por outro parque público. Em 1887 foi organizado um concurso internacional destinado a selecionar um projecto de parque paisagista a construir nos terrenos do casal do Monte Almeida, a norte da Av. da Liberdade, tendo como modelo o estilo paisagista parisiense, considerado então como o paradigma da modernidade na arte dos jardins urbanos. Desse concurso resultou o Parque da Liberdade, a designação inicial do Parque Eduardo VII.

av liberdade 1898

Feira franca na Av. Liberdade e Rotunda. Estúdios Mário Novais. 1898.

Do Passeio Público aos jardins Românticos é um percurso que revisita uma época em que o ambiente social e cultural foi dominado pelo Romantismo, o qual influenciou fortemente os projectos de vários jardins construídos pela cidade. Foi tido em conta o aproveitamento de vistas privilegiadas ou recantos apetecíveis, fazendo destes jardins espaços de fruição e de satisfação dos sentidos, com uma atmosfera romântica e arquitectura paisagística com socalcos, veredas, cascatas e pequenos lagos, dedicados ao recreio e lazer das classes dominantes.

passeio público

Antiga entrada do Passeio Público.

Praça dos Restauradores frente ao Palácio Foz. O portão de entrada do lado sul do Passeio Público já cá não está há décadas, mas é neste local que dou início a mais um percurso pela história da cidade. Começo subindo a Av. da Liberdade pelo lado esquerdo até à R. da Alegria, a qual me conduz ao primeiro dos quatro jardins Românticos que irei visitar neste percurso.

O jardim Alfredo Keil, também denominado jardim da Praça da Alegria, deve o seu nome ao autor da música do hino nacional, cujo busto se encontra representado numa escultura ali colocada em sua homenagem em 1957.

a kiel2

Busto de Alfredo Keil e lago com repuxo.

Foi construído na década de 1880, altura em que este local, então conhecido como Cotovia de Baixo, não passava de uma pequena praça semi-abandonada atravessada na colina, ideal para receber um pequeno jardim à maneira romântica. Nesse sentido fez-se um amplo socalco circular com cerca de 0,5 ha, construíu-se um lago com repuxo ao centro, guardado por um par de palmeiras e rodeado de lódãos, eucaliptos e outras árvores, alterando por completo o local onde, entre 1809 e 1835, se realizava a Feira da Ladra.

Visitado este pequeno recanto verde prossigo pela Trav. do Salitre até à Av. da Liberdade, entrando logo de seguida na R. do Salitre, a qual subo para partes mais altas da cidade a caminho da próxima paragem.

(2/3)

Anúncios

2 comments

    1. Pois…era para ter sido pela Alexandre Herculano, mas depois veio-me à mente outro percurso. Como não gosto de repetições toca a subir os 900 m da Rua do Salitre.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s