ironias do destino. capítulo 1.

uma estrada longa e sinuosa! mais do que uma metáfora, este tem sido, realisticamente, o caminho que tenho vindo a percorrer no último mês.

operação

o que tem que ser, tem muita força! pronto para a sessão de corte e costura.

desde novembro do ano passado que me vinha debatendo com um problema na coluna, o qual comprometeu não só a realização das tarefas básicas e diárias mais simples, mas também a prática das actividades recreativas e desportivas que tanta falta fazem para o meu equilíbrio físico e psicológico. tentei tudo, mas mesmo tudo, para contrariar o inevitável, cujo desfecho aconteceu no dia 20 de março com uma melindrosa intervenção cirúrgica à cervical.

operação1

1º ao 4º dia. empeno terrível! mas começou a recuperação…

uma data que ficou duplamente marcada na minha vida: será, para sempre, o dia que marcou o fim de um capítulo, e o começo de um novo. por agora cheio de incertezas, mas também de novos desafios.

operação2

5º ao 9º dia. o empeno mantem-se, os agrafos já eram…

a recuperação segue lenta mas segura, cada dia que passa é mais um dia em que conquisto uma pequena vitória. voltar a dar alguns passos, depois caminhar alguns minutos, aos quais vou adicionando mais passos e minutos a cada dia. sempre com muita determinação porque acredito que vou contrariar os prognósticos mais pessimistas, e que a corrida voltará a ser parte integrante da minha vida.

operação5

19º dia. o colar cervical também já foi! 20º ao 28º dia. ainda empenado, mas muito empenhado!

no ano em que conquistei o direito a participar na maratona de nova iorque. ironias do destino…

Anúncios

6 comments

  1. Muita mas mesmo muito força para ultrapassar mais esta etapa da vida!
    Conheço muita gente a quem foi diagnosticada a impassibilidade de voltar a correr e estão ai fazer km e km de corrida com enorme prazer.!
    Um abraço enorme e qualquer coisa em que possa ajudar é só dizer.

    1. obrigado pelo incentivo. esta “etapa da vida” surgiu inesperadamente, mas estou empenhado em ultrapassa-la.
      custe o que custar, demore o tempo que demorar, voltarei a alinhar à partida de uma prova. por agora veremos o quão longa esta etapa será…! abraço.

  2. Paulo, é apenas um contratemp… mas o que não nos mata, torna mais fortes :) Por mais que as pessoas possam dizer que NUNCA mais vamos voltar a correr, depende da nossa força de vontade :)
    Não te preocupes, vais voltar a correr e ainda mais forte, grande abraço e boa e forte recuperação…e não pares!

  3. As melhoras Paulo.
    Vais ver que quanto menos esperares estás a dar os teus passos mais rápidos e a caminhar cada vez mais e cada vez mais longe.
    Tudo de bom e força para a recuperação.
    Beijinhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s