Ciclovias de Almada. Sol da Caparica.

Trafaria - Costa9

“… aqui vou eu para a Costa, aqui vou eu na minha bicla, viro costas a Lisboa, vou p´ró sol da Caparica!”

Os Peste & Sida comemoraram em 2009 os 20 anos da edição de “Portem-se Bem”, o segundo álbum onde estavam incluídos os temas “Chuta Cavalo”, “Paulinha” e “Sol da Caparica”, que garantiram muito airplay nas rádios. Para assinalar a data, a banda liderada pelo baixista João San Payo gravou “Sol da Caparica, na minha bicla”, o novo hino às bicicletas. A letra foi reformulada e apela a sentimentos de ecologia e bem viver, troca o “descapotável pela ponte com o cabelo a voar” e substitui-o pelas duas rodas das bicicletas, pelo barco de Belém até à outra margem e pelo percurso ciclável Trafaria – Costa da Caparica.

A nova pele de “Sol da Caparica” foi uma edição conjunta da Câmara Municipal e da Agência Municipal de Energia de Almada, tendo sido divulgado no dia 17 de Setembro de 2009, dia da Bicicleta na Semana Europeia da Mobilidade e data da inauguração do percurso ciclável (híbrido) Belém-Trafaria-Costa da Caparica.

Trafaria - Costa2

O cartaz na parede da Estação Fluvial de Belém  já me tinha despertado a curiosidade e a ideia de ir dar um mergulho à Costa era suficientemente tentadora, utilizando a bicicleta e o barco como meios de transporte. Assim sendo lá fui num agradável passeio que me levou a cruzar o Tejo e a pedalar por um percurso que desconhecia, no fim do qual me esperava um óptimo mergulho no mar da Caparica, nestes últimos dias em que o verão cede, apressadamente, o seu lugar ao outono.

travessia tejo

Este percurso em busca do sol da Caparica começou na Estação Fluvial de Belém, local de partida do barco que faz a travessia para a Trafaria. O custo da travessia fica por uns meros 0,90 €, sendo o transporte da bicicleta gratuito. Apesar do barco estar quase vazio não fui o único passageiro ciclista, tendo inclusivé, após uma breve conversa com um dos marinheiros, ficado a saber que esta carreira tem alguma utilização pela rapaziada do pedal durante todo o ano.

Trafaria - Costa3

A travessia leva cerca de 20 minutos, incluindo a paragem em Porto Brandão e, chegado ao destino, dou literalmente de caras com o percurso ciclável Bicla Tejo, a ciclovia que liga a Trafaria à Costa da Caparica e parte integrante da Rede Ciclável de Almada (quando concluída terá mais de 200 km de percursos em todo o concelho, que proporcionarão condições óptimas de ciclabilidade e de promoção do uso da bicicleta numa perspectiva quotidiana e de lazer).

Trafaria - Costa4

O eixo ciclável ao longo do qual pedalei apresenta três tipologias: co-existência com peões (Passeio Marítimo da Trafaria), co-existência com o automóvel (Rua Manuel Agro Ferreira) e via dedicada (solução dominante). Percorridos pouco mais de 2 centenas de metros de Passeio Marítimo entro na ciclovia propriamente dita na Rua Alexandre Braga, a qual conduz à Av. 25 de Abril. Este primeiro troço com uma extensão de 1,6 km até S. Pedro da Trafaria apresenta-se um tanto degradado e pouco cuidado, denotando falta de manutenção. Chegado à rotunda que faz o acesso à Av. Afonso de Albuquerque (mais conhecida por Av. Atlântica) às portas de S. João da Caparica, a situação muda radicalmente já que o percurso entra na chamada via dedicada.

Trafaria - Costa5

Bom piso, bem sinalizado, muito agradável de percorrer ao longo de 2 km de extensão, onde foi implantada uma faixa arbórea para proteção e conforto climático dos utilizadores e reforçada a arborização com a plantação de inúmeras árvores, entre outras soluções construtivas. Os metros finais decorrem na Rua Manuel Agro Ferreira, uma artéria mista na qual foram adoptadas medidas de acalmia de tráfego que promovem uma velocidade de circulação inferior a 20 km/h.

traf costa

Variante passeio marítimo/praias

Trafaria - Costa6a

Entre o parque de campismo Orbitur e o jardim urbano encontramos o início da variante que percorre grande parte da frente atlântica da Costa da Caparica, num percurso em co-existência com peões. Devido à enorme afluência de pessoas que este local apresenta impõem-se a circulação com bastante cautela, de forma a obviar situações desnecessárias e potencialmente conflituosas entre utilizadores.

Trafaria - Costa6

A extensão total deste troço é de 2,7 km e termina nas imediações do parque de campismo da Costa Nova, ponto a partir do qual só é viável prosseguir caminho… apanhando o comboio.

Trafaria - Costa7

variante praias

Este percurso (híbrido) ciclável resultou de uma parceria entre a Câmara Municipal, a Agência Municipal de Energia de Almada e a Transtejo, possibilitando a ligação de Lisboa às praias da Costa da Caparica de forma energeticamente eficiente e ambientalmente sustentável. A travessia do Tejo a bordo do catamarã Lisbonense proporciona vistas deslumbrantes de ambas as margens, sendo que o percurso propriamente dito não apresenta dificuldades de maior ao longo de toda a sua extensão (variante das praias incluída), dado ser predominantemente plano. O piso escolhido e a sinalização existentes são adequados, os atravessamentos com as diversas artérias foram equipados com semáforos e passadeiras específicos para bicicletas. Positiva é também a existência de ciclovia em ambos os lados da Av. Afonso de Albuquerque, possibilitando o trânsito em sentidos opostos.

Trafaria - Costa10

Este é um percurso que recomendo vivamente fazer de bicicleta, mas também e porque não, num agradável passeio a pé. Com (ou sem) sol, chuva ou vento “…vire costas a Lisboa, vá até à Caparica”.

assinatura bike

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s