solidário

km solidários

Fora do âmbito do calendário anual de provas, nos dias 15 e 22 de Maio realizam-se dois eventos cujos km reverterão para distintas causas solidárias.

lupus 2

Caminhada de 5 km ou corrida de 10 km são as propostas da Associação de Doentes com Lúpus para o dia 15 de Maio. Nesta data realizar-se-á, nas ruas da Costa da Caparica, a 1ª corrida solidária Vamos Correr com o Lúpus,

Este evento tem como objectivo divulgar esta doença auto-imune e sensibilizar a comunidade para a mesma, integrando-se ainda no âmbito das comemorações do aniversário do Dia Mundial do Lúpus que se assinala a 10 de Maio. Os fundos angariados reverterão, na totalidade, para a entidade organizadora, sendo que as inscrições custam 5€ para a caminhada ou 10€ para a corrida.

azevedo

Corremos por ti, Azevedo. Este é o mote da corrida solidária de 10 km ou da caminhada de 5 km, com o objectivo de angariar a maior verba possível para atender às necessidades que o agente Lourenço Azevedo enfrenta por via da doença contra a qual luta.

O evento está agendado para o dia 22 de Maio pelas 10h00, com partida e chegada na pista de atletismo Prof. Moniz Pereira na Alta de Lisboa, custando as inscrições 12 e 7€, respectivamente.

Mais dois exemplos em que a corrida assume uma dupla função: o cariz solidário por via da responsabilidade social.

pedalar por uma causa

btt iscpsi

Hoje foi dia de pedalar por uma causa na XI edição do Passeio BTT do ISCPSI, cujas receitas reverteram na totalidade para a associação Acreditar, uma IPSS que ajuda crianças com cancro.

Apesar da meteorologia menos favorável fomos cerca de quatro centenas a constituir um extenso e colorido pelotão que percorreu quase 35 km por Lisboa, cujo ponto alto foi a travessia do aqueduto das Águas Livres no sentido Monsanto / Campolide.

De salientar o excelente nível organizativo deste evento, no qual a segurança dos participantes foi uma preocupação sempre presente por parte da escolta policial que nos enquadrou. Quem anda de bicicleta em Lisboa já sentiu na pele as dificuldades de convivência entre automobilistas e ciclistas, mas hoje correu tudo a nosso favor, apesar das buzinadelas e impropérios com que alguns “condutores” quiseram saudar o pelotão…

No final o que contou foi uma manhã bem passada e o cheque de 4.000 euros que, certamente, muito contribuirão para ajudar as crianças apoiadas pela Acreditar numa fase crítica das suas vidas.

Bem hajam ISCPSI e Acreditar.

b iscpsi

alt b iscpsi