circuitos trail aml

Depois do crescimento explosivo (um pouco por todo o país) das provas de estrada entre 2013 e meados de 2016, seguiu-se fenómeno idêntico com as provas na natureza, o qual continua a dar mostras de maior resiliência.

Assim sendo, a AML – Área Metropolitana de Lisboa – passa a contar com um novo circuito de trail denominado X-Bionic Lisboa Trail Series, que se vem juntar ao Circuito Lisboa Trail.

circuito x bionic trail 20

Promovido pelo Turres Trail Clube este circuito integra 5 provas, nas variantes longo, curto e caminhada, e começa a 19 de janeiro no Trail de Lousa, seguindo-se a Peninha SkyRace a 9 de fevereiro e os Trilhos de Bellas a 29 de março. As duas etapas finais disputam-se a 26 de abril no Trail de Mafra e no dia 10 de junho no Extreme Trail Cucos.

Organizado pela WeRun chega à 4ª edição em 2020, porém com alterações relativamente ao ano passado. Por agora estão anunciadas 7 etapas, como habitualmente nas variantes longo, curto e caminhada, com o arranque a acontecer em Palmela a 16 de fevereiro, seguido por Arruda e Mucifal a 8 e 15 de março, Loures a 19 de abril, Cascais e Monsanto a 3 e 24 de maio, Ota e Almada a 7 e 21 de junho, mantendo Caneças o estatuto de prova extra a 14 de junho.

A título de curiosidade este circuito perde provas relativamente a 2019. Para o circuito X-Bionic passaram os eventos de Lousa, Mafra e Belas, mas também S. J. das Lampas e Setúbal estão ausentes, sendo Arruda e Mucifal as duas estreias. “Mas vai haver mais” segundo a organização.

Entre as duas propostas um total de 14 provas que preenchem o primeiro semestre com opções para todos os gostos.

10 anos

30/12/09 – 30/12/2019.

Começou como um espaço para ir “arrumando” as “crónicas de experiências vividas através da prática desportiva, na perspectiva de um atleta de pelotão”, porém tornou-se mais abrangente.

449 posts publicados (e muitos outros a aguardar o momento oportuno), sobre temas ligados à prática desportiva, a actividades na natureza e à ocupação de tempos livres. Como fator distintivo, a “mui formosa e sempre leal” cidade de Lisboa, fonte inesgotável de inspiração.

Revisitando a história, o património e os locais menos conhecidos, as personagens que lhe definiram o carácter, a capital foi protagonista de diversos artigos e palco de actividades que conjugaram os temas anteriores com a perspectiva histórica e cultural.

Em 2020 novos temas vão dar continuidade a este espaço. As corridas continuarão a ter o seu lugar, mas terão que partilhar o meu tempo com outros projectos ligados ao pedestrianismo, tanto na vertente mais suave – caminhada – como na mais exigente – hiking.

Dez anos decorridos e ainda com muito para contar!